Citação

Visual Essentialism and the object of visual culture

“El acto de mirar es profundamente ´impuro´. Para empezar, dirigido por los sentidos y fundamentado por tanto en la biología (aunque no más que el resto de los actos que los humanos llevan a cabo), la mirada se encuentra inherentemente encuadrada, delimitada, cargada de afectos. Es un acto cognitivo intelectual que interpreta y clasifica”

Mieke Bal en “Vissual Essentialism and the object of visual culture”

Se gostou, compartilhe... Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on TumblrShare on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone
Vídeo

Cobardes (2008)

 


O ensino de artes visuais desde a perspectiva das teorias pós-críticas incentiva trabalhar com propostas que se aproximem da realidade e contextos dos(as) estudantes. Neste sentido, as produções fílmicas se apresentam como ferramentas para problematizar questões emergentes que pedem nossa atenção, como a violência na escola, as discriminações, o medo de não atender às expectativas sociais e o acosso (bullying) escolar.

Continuar lendo

Se gostou, compartilhe... Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on TumblrShare on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone
Vídeo

HANDS

HANDS é um projeto desenvolvido em 2013 por Octavi Serra, Mateu Targa, Daniel Llugany e Pau Alekumsalaam para denunciar os problemas causados pela crise espanhola e as consequências politicas e econômicas.
https://vimeo.com/59755897

HANDS is a project developed in 2013 by Octavi Serra, Mateu Targa, Daniel Llugany and Pau Alekumsalaam. All of them works in the field of visual arts and loves the way actual and past politicians are doing their job.

Se gostou, compartilhe... Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on TumblrShare on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone
Link

Carlos Sena, Diretor do Centro Cultural UFG

Decidi realizar essa entrevista com Carlos Sena para colher um depoimento sobre a história das exposições da Faculdade de Artes Visuais, as escolhas e os processos que definiram o percurso da Galeria da FAV. Nessa entrevista Sena aborda a memória da instituição, o papel da arte na educação, o nascimento da Galeria da FAV, as funções de uma galeria acadêmica, os conceitos e métodos adotados durante a trajetória da Galeria e seu compromisso com a arte contemporânea e sobre o projeto de ampliação do acervo.

Continuar lendo

Se gostou, compartilhe... Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on TumblrShare on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone